Alonso crê que será difícil alcançar Mercedes, mas garante proximidade

Fernando Alonso está prestes a iniciar mais uma temporada pela McLaren. Vivendo a expectativa de voltar a figurar nas primeiras posições do grid, o espanhol espera que o novo regulamento que será implementado na Fórmula 1 em 2017 possa tornar as disputas nas pistas mais acirradas. No entanto, ainda assim, o espanhol está temeroso quanto

Powered by WPeMatico

Supremo venezuelano confirma Maduro em pleno exercício do cargo

O Tribunal Supremo de Justiça (TSJ) da Venezuela considerou inválida a declaração de “abandono do cargo” sobre o presidente Nicolás Maduro, aprovada há três semanas pela oposição, que é maioria no Parlamento. A informação é da Agência France Presse (AFP). Maduro “se encontra no exercício contínuo, permanente, pleno e absoluto de suas funções no âmbito

Powered by WPeMatico

Prazo para aderir à lista de espera do Sisu vai até o dia 10

Adesão à lista de espera está restrita à primeira opção de curso do candidato participante

O post Prazo para aderir à lista de espera do Sisu vai até o dia 10 apareceu primeiro em Estudo Prático.

Powered by WPeMatico

TJRN: Rejeitado pedido de liberdade para advogado acusado de estelionato

O juiz Ricardo Procópio (convocado pelo TJRN) negou o Mandado de Segurança n° 2017.000523-9, movido pela Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional do Rio Grande do Norte, em favor do advogado Victor Hugo Araújo e contra ato supostamente ilegal e “abusivo” do juízo da Comarca de Acarí, nos autos da Ação Penal nº 0100745-61.2016.8.20.0109. Na sentença, o magistrado titular determinou a suspensão das atividades profissionais do representante da Entidade, enquanto durar a ação penal ou até advento de circunstância relevante que implique em modificação da decisão.

O advogado, segundo o Ministério Público, entre os meses de março de 2015 e março de 2016, em Acarí, supostamente, vinha obtendo vantagens de forma ilícita em prejuízo alheio, induzindo e mantendo em erro, mediante fraude várias vítimas que contrataram seus serviços. Desta forma, o profissional foi acusado de praticar o crime previsto no artigo 171 (estelionato), na forma do artigo 71 (por 6 vezes em relação a cada vítima, que é o crime continuado), além do crime do artigo 171, combinado ao artigo 14, e 344, todos do Código Penal.

Dentre os crimes apontados, o relativo ao Artigo 344 consiste em usar de violência ou grave ameaça, com o fim de favorecer interesse próprio ou alheio, contra autoridade, parte, ou qualquer outra pessoa que funciona ou é chamada a intervir em processo judicial.

A OAB, no MS, defende que o ato coator violou o artigo 5º, da Constituição Federal e o artigo 7º, do Estatuto da Advocacia, além de ser da competência exclusiva da OAB apurar irregularidades relacionadas à classe dos advogados, bem assim, a inaplicabilidade do disposto no artigo 319, do Código de Processo Penal que constitui norma de caráter geral.

“Nesse aspecto, não se vislumbra, de plano, caracterizada a usurpação da competência exclusiva da OAB para apurar irregularidades relacionadas à classe dos advogados. Claramente, a decisão judicial não tratou de nenhuma aplicação disciplinar, mas, da imposição de medida cautelar processual penal prevista no artigo 319, do Código de Processo Penal, diante da suposta reiteração criminosa do advogado, aliada ao fato de estar utilizando-se dos seus conhecimentos jurídicos, com o intuito de ludibriar as vítimas e obter lucro com a consumação do fato, inclusive com notícias de estar agindo nas mesmas condições em outras comarcas do Estado”, rebate o juiz convocado em seu voto.

Segundo a decisão no TJRN, a medida cautelar de suspensão das atividades profissionais do acusado, decretada em conjunto com o recebimento da peça acusatória, pela sua natureza, se mostrou imprescindível no curso da ação penal, diante “da gravidade dos crimes supostamente praticados”, avalia Ricardo Procópio, ao acrescentar que a suspensão do exercício da advocacia não configura nenhuma punição disciplinar, a qual é de competência da Ordem dos Advogados do Brasil.

Mandado de Segurança n° 2017.000523-9
TJRN

 

Powered by WPeMatico

Ferramenta on line permite avaliar qualidade de vida no trabalho

Ferramenta on line avalia qualidade de vida no trabalho
Voit – Tecnologia e Ciência

A percepção corporativa de que produtividade e desempenho estão diretamente relacionados com a qualidade de vida dos colaboradores cresce constantemente. A sétima edição da pesquisa global sobre o bem-estar dos trabalhadores realizada por uma grande multinacional de tecnologia apontou que 60% das empresas consideram o aumento de produtividade como um dos seus maiores objetivos e que 83% desejam construir uma cultura de bem-estar e qualidade de vida nos próximos anos. Fornecer segurança e conforto no ambiente profissional, reconhecer os talentos, promover um estilo de vida saudável e oportunidades de crescimento são alguns dos muitos fatores que influenciam no engajamento da equipe e na produtividade das organizações.

Por acreditar nessa nova postura de gestão, a Sodexo Benefícios e Incentivos acaba de lançar o Índice Sodexo de Qualidade de Vida no Trabalho (IQVT), uma ferramenta gratuita que mede a percepção dos brasileiros em relação à qualidade de vida no trabalho através de um teste online que avalia diversos aspectos do colaborador em seu ambiente profissional atual. O teste é individual e anônimo, dura cerca de 5 minutos e pode ser acessado por qualquer pessoa através do site: www.indicedequalidadedevida.com.br

O primeiro resultado do Índice Sodexo de Qualidade de Vida no Trabalho (IQVT) apurou que o resultado geral do brasileiro em relação à qualidade de vida no trabalho é de 6,50 pontos, em uma escala 0 a 10. O índice também constatou que a Qualidade de Vida no Trabalho é maior entre mulheres do que entre homens (6,52 pontos contra 6,49 pontos), destacando as interações sociais com colegas de trabalho e a eficiência tecnológica disponível na organização para desempenhar as atividades do dia a dia como os fatores que mais influenciam na percepção geral do público feminino.

Aperfeiçoamento
“Essa ferramenta permite que o trabalhador e as empresas entendam melhor as dimensões da qualidade de vida no trabalho, e a partir desse entendimento, possam agir para o seu aperfeiçoamento. Pretendemos que a divulgação trimestral do Indicador amplie o debate sobre o tema da Qualidade de Vida no Trabalho e contribua para a melhoria do ambiente e da produtividade nas organizações brasileiras”, comenta Fernando Cosenza, diretor executivo de Sustentabilidade da Sodexo Benefícios e Incentivos.

O Índice Sodexo de Qualidade de Vida no trabalho (IQVT) é calculado a partir das respostas anônimas dos trabalhadores que acessam a pesquisa e será divulgado trimestralmente acompanhado de análises comparativas por sexo, faixa etária, região, grau de instrução do trabalhador, porte do empregador, ramo da economia, cargo e área de atuação do trabalhador.

Metodologia
O Índice Sodexo de Qualidade de Vida no Trabalho (IQVT) é elaborado a partir dos resultados obtidos no teste online gratuito e possui o objetivo de compreender os fatores que interferem na qualidade de vida do trabalho, medir a percepção de qualidade de vida do brasileiro em relação ao trabalho e desenvolver uma ferramenta útil para o público em geral. O levantamento é baseado no conceito mundial da Sodexo das seis dimensões da qualidade de vida, que são: Facilidade e Eficiência, Reconhecimento, Interação Social, Crescimento Profissional, Ambiente Físico e Saúde e Bem-estar.

O primeiro resultado foi obtido através da aplicação do questionário para uma amostra da PEA com 600 pessoas, 18 anos ou mais, com atividade remunerada fora de casa com ou sem carteira assinada. O nível de confiança das respostas é de 95% com uma margem de erro de 4 pontos percentuais para o total da amostra.

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br

MAIS…

O post Ferramenta on line permite avaliar qualidade de vida no trabalho apareceu primeiro em VOIT.

Powered by WPeMatico